Sábado, 5 de Julho de 2008

Só o vinho produzido na Região Demarcada do Douro, respeitando normas de produção e envelhecimento rigorosamente controladas, pode utilizar a denominação "Vinho do Porto". 

Durante o seu processo de envelhecimento, o vinho é submetido a provas de controlo de qualidade, quer analítica quer sensorial, efectuadas pelos Laboratórios e Câmara de Provadores do Instituto do Vinho do Porto, um dos organismos públicos mais antigos e prestigiados de Portugal. Esta entidade tem como principal missão o controlo oficial e a defesa do prestígio do Vinho do Porto bem como a sua promoção a nível mundial. Apenas os vinhos que cumprem os exigentes critérios de qualidade estabelecidos têm o direito de usar o selo de garantia emitido pelo Instituto do Vinho do Porto.

 

Vinhos do Porto com Data de Colheita 
Neste grupo distinguem-se os Vinhos do Porto que são envelhecidos em madeira dos que, após um estágio relativamente curto em casco, prosseguem o envelhecimento em garrafa. 

Vintage
- O Vintage é uma preciosidade. Depois de permanecer dois anos em contacto com a madeira, prossegue o seu lento envelhecimento em garrafa ao abrigo do ar e da luz. Pouco a 
pouco, o vinho melhora consideravelmente as suas características, desenvolvendo o seu "bouquet". O rótulo, além de indicar a data de colheita, tem que referir o ano do engarrafamento. Nesta categoria incluem-se os chamados "Vintage de Quinta'" obtidos a partir de uvas provenientes apenas da quinta que lhe dá o nome. 

Tr
atando-se de vinhos que podem ser consumidos nos anos seguintes ao engarrafamento, devem, no entanto, prosseguir o envelhecimento em garrafa. Com o tempo, o vinho apresenta um depósito. É por isto que deve ser decantado antes de ser servido. No início do seu envelhecimento em garrafa, a cor retinta é intensa e os aromas são complexos, muito frutados e florais. No sabor, combina características taninosas, adstringentes, com uma invulgar estrutura e persistência. O vinho vai-se alterando em termos de cor, acentuando toda a sua harmonia e complexidade à medida que vai envelhecendo. 

LBV (Late Bottled Vintage) - Este vinho, de grande qualidade, provém unicamente do ano indicado na garrafa. Antes de ser engarrafado, o LBV permanece em madeira 4 a 6 anos, 
tempo de maturação que lhe confere uma maior evolução de cor relativamente ao Vintage. São vinhos de intensa coloração, taninosos, de carácter jovem que no seu "bouquet" denotam uma componente ligeiramente oxidativa que provém do seu envelhecimento inicial em madeira.

 

Tawny com indicação de idade - Os tawnies de "10 anos", "20 anos", "30 anos" e "Mais de 40 anos" constituem lotações de vinhos de diferentes colheitas, envelhecidos em madeira, 
c
uja idade média é a indicada no rótulo. De cor alourada pelo prolongado envelhecimento em madeira, as principais características de um Tawny com indicação de idade são a complexidade de aromas, a frescura, a persistência aromática e o refinamento.



publicado por renovatio às 00:36 | link do post | comentar | favorito

posts recentes

Alvorada

Perdi meu remoto controle

For Sale!

Quem?

Chá, teorias e filmes

Nuvens....

Trechos!

My life for rent!

Estudos de Semiótica Comp...

Take my hand

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds