Domingo, 8 de Junho de 2008

Mais uma vez nao consegui dormir direito, mas tambem nao fiquei me preocupando com isso.

Decidi tomar um vinho que me foi presenteado a muito tempo atras, de uma otima safra, que eu guardava para uma ocasiao especial... mas decidi abri-lo, faria a minha ocasiao especial....

 

Fique sentado na varanda de casa, admirando a noite, como tudo na noite era mais bonito... mas simples, de repente me lembrei da minha infancia em Portugal, como tudo naquela casa respirava historia, lembranças, tambem pudera uma casa de quase 150 anos, agora moro num predio que nao deve ter 10 anos.... em um pais de 500 anos....

 

Lembrei de como tudo era facil, e eu nao precisava ter preocupaçoes, e hoje sou cheio delas, mantinha as esperanças que os outros tinham por mim, me mantinha ali sentado na cozinha com minha avó guanhando pequenas provas disso ou daquilo, lia livros mesmo sem compreende-los bem, brincava por entre as videiras e pisava uvas.... gostaria de sentir meus pés melecados das uvas de chisto..... gostaria de ter toda a minha infancia doce e tranquila de volta....

 

Mas das uvas de outrora so me resta essa garafa de vinho quase no final, da douçura so fico com esse rosto ja tao modificado com o tempo.... o tempo nao volta atras.... o tempo nao para nem retrocede....

 

Amanheceu..... vou dormir, ja vejo as pessoas voltando as ruas..

 


sinto-me Nao sei
música Without you I'm nothing - Placebo

publicado por renovatio às 19:36 | link do post | comentar | favorito

posts recentes

Alvorada

Perdi meu remoto controle

For Sale!

Quem?

Chá, teorias e filmes

Nuvens....

Trechos!

My life for rent!

Estudos de Semiótica Comp...

Take my hand

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds