Sábado, 5 de Julho de 2008

Necessito falar contigo

Dizer-te tanta coisa

Sem palavras

Não há pronuncias para o que sinto

 

Em silencio!

 

Quero meus olhares entrelaçados aos teus

Sem medos

Danos e piscadelas

Quero a pureza

 

Em silencio!

 

Necessito fazer juras de amor eterno

Seu sorriso

Grito de felicidade por estar ali

 

Em silencio!

 

Num abraço sentir seu coração em descompasso

Beijar-te demoradamente

Sentir o arrepio que tua boca me causa

 

Em silencio!

 

Entrelaçar meus dedos aos teus

E nesse momento

Fazer-te sentir

Que és meu

Que me pertences

Que nunca deixarei desistir de mim.

 

Em silencio...


sinto-me

publicado por renovatio às 02:50 | link do post | comentar | favorito

posts recentes

Alvorada

Perdi meu remoto controle

For Sale!

Quem?

Chá, teorias e filmes

Nuvens....

Trechos!

My life for rent!

Estudos de Semiótica Comp...

Take my hand

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds