Terça-feira, 24 de Março de 2009

Irrita-me
Irrita-me a falta de coluna
o ser invertebrado que deixou de Ser
que é definido pelo Ter
pela inveja de não Ser
Irrita-me
Mas irrita-me mesmo
esta forma menor de se achar superior
esta mania de demarcar linhas
como se fronteiras fossem daí nascer
Irrita-me
Mas deixa-me mesmo possessa
esta forma obscena
de não conseguir ser fontal
de nunca chegar a dizer
Irrita-me
Irrita-me e chega-me a dar um certo gozo
porque quem perde as energias nesta forma mesquinha
anda a perder tempo que é precioso
E embora me irrite
depois acaba por me passar
Mas a vocês meus invertebrados
continua sempre a inveja a pesar!



publicado por renovatio às 04:10 | link do post | comentar | favorito

posts recentes

Alvorada

Perdi meu remoto controle

For Sale!

Quem?

Chá, teorias e filmes

Nuvens....

Trechos!

My life for rent!

Estudos de Semiótica Comp...

Take my hand

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds